Aymoré (1908-1979)

  Home Acima A História do Violão Violão Mandrião

O Violão em São Paulo

Aymoré e Guiomar Santos em capa de "Quebrando Galho" de Armandinho, Bandeirante Editora, SP

 
José Alves da Silva, o Aymoré (1908-1979), nasceu em 24 de junho em Redençao da
Serra. Começou tocando cavaquinho na Manchete, depois aprendeu a tocar violão, de
forma autodidata. Integrou o conjunto "Chorões Sertanejos" e gravou pela primeira
vez em 1929, na Parlaphon. No ano seguinte conheceu Garoto com quem formou um duo,
e em 1933 integrou o "Regional Armandinho" onde tocavam Vicente de Lima (flauta),
Armandinho (violão), Pinheirinho (cavaquinho) e Pingo (pandeiro).
Participou de vários conjuntos. Um trio (1935), do Regional da Rádio Difusora de
São Paulo (1942) e da Rádio América, e realizou programas "Na Hora do Brasil" com
Laurindo de Almeida
Trabalhou durante 11 anos como Arquivista da Orquestra do Teatro Municipal de São
Paulo e trabalhou também com o maestro Camargo Guarnieri na trilha sonora do filme
"Rebelião em Vila Rica" de Geraldo e Renato dos Santos Pereira.
 

Google

Web

www.violaomandriao.mus.br