Ângela Muner

  Home Acima A História do Violão Violão Mandrião

Violão em São Paulo

A violonista Ângela Muner nasceu na cidade de São Paulo e iniciou seus estudos sob a
orientação de seus pais, professores Ilso Muner e Tereza Clotilde Muner. Estudou
técnica e interpretação violonística com Isaías Sávio, Geraldo Ribeiro e Henrique
Pinto. Completou sua formação musical (harmonia, contraponto, história da música,
estética e composição) com os professores Ângelo Camin, Wenceslau Nasari Campos,
Marilia Pine, Ricardo Risek, Mário Ficarelli, Reinaldo Garrido Russo e Sérgio
Vasconcellos Corrêa.
Participou como recitalista e professora em importantes cursos, Seminário
Internacional de Porto Alegre, Cursos de técnica e interpretação violonística
realizados em vários estados do Brasil e, a convite da Câmara de Comércio de
Medellín, realizou tournée na Colômbia em 1983 e 1984.
Desenvolve intensa atividade como solista e camerista. Formou duos com Herry
Schumann (oboé), Ilka Machado (soprano), Ilso Muner (cravo), Paulinho Nogueira
(violão) e Edson Lopes (violonista). Gravou o CD "Violão Câmara Trio" juntamente
com os violonistas Henrique Pinto e Giácomo Bartoloni.
Em 1995, em estréia mundial, foi solista do "Concerto do Agreste" para violão e
orquestra, obra do compositor Sérgio Vasconcellos Corrêa, dedicada a Ângela
Muner: Em São Paulo sob a regência de Eleazar de Carvalho e no Rio de Janeiro,
com a Orquestra Sinfônica Nacional da Universidade Federal Fluminense, sob a 
regência do maestro André Cardoso.
Atualmente é professora de violão no Conservatório Dramático e Musical "Dr.
Carlos de Campos" de Tatuí, São Paulo. Lançou em 1996 o CD "Ângela Muner
Interpreta Música Espanhola", recebendo por parte da crítica as mais elogiosas
referências.

Google

Web

www.violaomandriao.mus.br